• Branca Ícone LinkedIn
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Facebook Ícone

© 2019 PARALELO 23 Estúdio de Arquitetura.

Todos os direitos reservados. 

CASA GIRASSOL

A proposta deste projeto era viabilizar uma residência espaçosa com um orçamento restrito. Localizada em um terreno de esquina no município de Itapuí, estudamos técnicas construtivas que possibilitassem a realização dessa obra. Optamos por adotar o tijolo ecológico utilizando a técnica de alvenaria estrutural. Esse material possibilitou que a própria estrutura das paredes já tivesse o tratamento do acabamento final, gerando grande economia.

A maior parte da planta se organiza sob o telhado de duas águas, cuja inclinação se reflete na variação do pé-direito. Internamente, as tesouras de madeira ficam à mostra, seguindo a mesma lógica estética das paredes, onde a estrutura  é o próprio acabamento. O uso da combinação de técnicas que viabilizou a casa reforçou também o caráter ecológico da construção. O tijolo utilizado, não sofre o processo de queima, ele é curado ao sol, reduzindo a emissão de gases na atmosfera. Por ter um sistema de encaixe próprio, foi possível economizar também no uso da argamassa, que foi reduzido em cerca de 60% quando comparado ao assentamento tradicional.

Implantada sobre fundação rasa, a casa se desenvolve no limite entre o terreno e a rua, dessa forma foi possível criar um espaçoso pátio interno, com a privacidade garantida pelo próprio volume da construção. Mesmo trabalhando a integração entre os blocos social e íntimo por meio do pátio interno, a casa não abre mão de sua relação com a rua, pelo contrário, a implantação no perímetro do terreno possibilitou que fossem dispensados os muros e que fosse criado um jardim continuo junto a calçada.

No encontro entre as ruas posicionamos a entrada principal junto ao jardim externo e maximizamos a área verde para valorizar esse acesso de modo que a combinação entre o jardim perimetral e o pátio interno envolvessem praticamente toda a casa. A garagem está desassociada da porta de entrada, tendo seu acesso pela rua lateral, a área foi pensada para separar o bloco social do bloco de serviços, servindo de conexão entre esses usos. Esse espaço ainda funciona como prolongamento do pátio e pode se transformar em ambiente de convívio em dias de festa e para reforçar o conceito de área de transição entre externo e interno, adotamos uma cobertura transparente, de policarbonato, com abertura parcial em alguns trechos.

Para manter a discrição na área da sala, não há janelas na fachada mais próxima da via pública, apenas uma série de pequenos vãos altos, com caixilhos de madeira, que, além da entrada de luz natural, permitem a circulação permanente do ar. A suíte principal está voltada para o leste, aproveitando o sol da manhã e a secundária para o oeste, contemplando o sol da tarde. Um recuo na fachada e a presença do jardim perimetral, amenizam a incidência da luz solar na face oeste. Pelo mesmo motivo, a sala se vale de brises na face adjacente à entrada de pedestres. O resultado final foi uma residência singela, que valoriza a sua relação com as ruas ao mesmo tempo em que protege a privacidade das moradoras.

 

Local: Itapuí, São Paulo
Status: Construída
Área: 150m²

Fotografia: Paralelo 23

GALERIA DE FOTOS